SC | 25/11/2019

Policial e filho que morreram atropelados após capotarem carro estavam indo para casamento



O policial militar de 44 anos e o filho que morreram atropelados após capotarem o carro na noite de sábado (23) estavam indo para um casamento. Os corpos do sargento Ronel Silva Neto e de Caio Bernardo Silva, de 14 anos, foram sepultados na manhã desta segunda-feira (25) em Joinville, no Norte de Santa Catarina.
Amigos, familiares e colegas se despediram do sargento da Polícia Militar e do filho na igreja presbiteriana do bairro Costa e Silva, onde a família frequentava.

 

Eles morreram atropelados por volta das 19h30 de sábado em uma curva da SC-108. Segundo o relatório da Polícia Militar Rodoviária, o sargento teria perdido o controle da direção, saiu da pista e capotou. Ele e o filho não se machucaram no acidente e saíram do carro para pedir socorro. Um motorista que passava pelo local parou para ajudá-los. Outro carro passou e acabou atropelando os três.

Foto: PM/Divulgação