Brasil | 29/10/2018

Caminhoneiros descartam greve agora, mas querem diálogo com Bolsonaro



Os caminhoneiros descartam repetir agora uma nova greve nacional, como a que paralisou o país em maio. Mas a categoria quer dialogar com a equipe de transição do futuro governo de Jair Bolsonaro para discutir o atraso na regulamentação da tabela do preço mínimo do frete, uma das promessas feitas aos motoristas para encerrar o protesto nas estradas.

(Leonardo Benassatto/Reuters)